Logomarca NCA Comunicação

Ago14

A Verdade Sem Máscara.

Escrito por Edson Vidal Categorias // Flagrantes do mundo jurídico Lidos 94

O dólar foi para a estratosfera. Pois é, nem todo dia o mundo financeiro reserva boas notícias, não é mesmo? Mentira. Para os brasileiros a economia nunca tem boas notícias, ao contrário, à inflação não nos abandona. Basta ir ao supermercado ou à farmácia para constatar de perto o custo de vida.

O dinheiro que circula parece que tem muitos donos, pois muita gente usufrui de tudo que é bom, apesar da crise. A classe média está sumindo a cada dia que passa, caindo no ralo da desesperança e sem chance de ao menos permanecer onde está.

Enquanto conjecturava comigo mesmo, deparei com meu amigo Tenório, antigo funcionário do Banco Bamerindus, da agência do Centro Cívico:
- Tenório, quanto tempo. Como vai você, meu caro?
- Muito bem, consegui sobreviver do naufrágio do banco...
- E o que está inventando? - Perguntei.
- Tenho um motel, uma banca do jogo de bicho, compro ouro, sou empresário de jogador de futebol e nas horas de folga tenho um cargo em comissão na Secretaria de Justiça, que hoje é mero cabide de emprego!
- Caramba, você deve ser um sucesso na vida! -desabafei.
- Com certeza, não posso me queixar de nada... E você, como vai?
- Eu me formei, fiz mestrado, doutorado, pós doutorado e sou juiz aposentado; não tenho aumento há cinco anos, não ganho auxílio moradia, nem auxílio peteca, e quando anunciam aumento de salário, tenho colegas aposentados que acham inoportuno cogitar disto, por ofender o país...
- Eu também acho! - respondeu sem rodeios o chato do Tenório.
- Ah! Você também acha?
- Evidentes vocês juízes ganham muito bem, mais do que os magistrados americanos!
- Espere, aí. Você sabia que nos Estados Unidos o cargo de juiz é honorífico?
- Como, assim?
- Lá não existe carreira da Magistratura, o juiz é um advogado realizado na profissão, que não depende de salário do estado, e concorre ao cargo por eleição ou é nomeado para ser juiz, porque quer servir à Causa Pública. Ele pode retornar à advocacia quando quiser.
- Mesmo? Eu não sabia...
- Pois também é assim para ser escolhido pelo Presidente para ser Juiz da Suprema Corte. E isto só ocorre depois de rigorosa sabatina por uma comissão de senadores, e que às vezes leva alguns meses para aprovar o nome do indicado para o cargo.
- Mesmo?
- Sim, e o salário é meramente simbólico. Mas depois de nomeado ele tem direito de morar na Suprema Corte com a família, tem carro oficial, trabalha cinco meses ao ano, é financeiramente independente por ser alguém que foi economicamente bem sucedido na advocacia.
- Eu não sabia...
- Pois fique sabendo, esta é a verdade.
- Mas o salário aqui é muito alto...
- Não esqueça que grande parte fica retida na fonte de pagamento: para o Imposto de Renda, Previdência (mesmo para os aposentados), Plano de Saúde e Mútua (Seguro) para amparar a família.
- Credo, tudo isto de desconto? E sobra?
- Um pouco mais da metade do que a Imprensa notícia.

Senti que o Tenório ficou penalizado. Vi quando ele tirou alguns papéis do bolso, entregando-os em minhas mãos. Despediu-se e foi embora. E quando se afastou sem olhar para trás, desdobrei o primeiro papel e vi que era um brinde para frequentar o motel, com direito a Champanhe.

O segundo papel era um jogo de bicho, preenchido, uma aposta válida para correr amanhã. O terceiro papel era um cartão de visita onde o Tenório oferecia-se para comprar ouro caso eu tivesse algum. O quarto era um autógrafo do Neymar.

E o quinto papel tinha o telefone da Secretaria de Justiça, se eu precisasse de indicação política da Cida. Modalidade válida no período de campanha. E por último, vi que era um papel enrolado e quando abri era uma nota de cem dólares! Putz, pelo papel-moeda americano, que ganhei, percebi o quão rico está o Tenório e quanto eu estou precisando reagir para sair da mesmice financeira.

E pelo valor do dólar de hoje, tenho o suficiente para realizar meu sonho de morar em Anchorage, no Alaska. E o que sobrar do dinheiro, vou jogar na bolsa de valores de Hong Kong, e esquecer por momentos que sou apenas um velho juiz aposentado, que quando tem o sonho de poder vir a ter um aumento de salário no ano que vem, é mais criticado, vilipendiado e desconsiderado do que político Ladrão a bordo de um avião de carreira ...

“Cria fama e deita-te na cama! Velho e sábio ditado. Nem sempre verdadeiro. Ser Juiz num país socialista e pobre, nem dá status , mas sobram críticas!”
Edson Vidal Pinto

blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Ekôa Park inicia programação 2019 com cursos especiais de bioconstrução

Revestimentos naturais e hiperadobe estão entre os conhecimentos que serão oferecidos no Tekôa, com prática na Casa-Viveiro

Leia aqui

Instituição que atende crianças com câncer de todo o Brasil cria aplicativo

Facilidade, rapidez e praticidade para ter acesso a todas as informações sobre a APACN e para realizar doações

Leia aqui

Natal com 70% de desconto promete movimentar Curitiba

Mais uma edição do Bazar Moda do Bem está chegando nos dias 7 e 8 de dezembro

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

Pato Amarelinho.

Sentado sob o guarda-sol na beira da piscina, no dia útil de trabalho em que as pessoas se dedicam a faina diária com tarefas múltiplas e afazeres às vezes indigestos, eu estou apenas escrevendo esta crônica para matar o tempo.

Leia aqui

Filho Trapalhão.

Colocar filho no mundo sempre foi a aposta dos pais para que no futuro o pequeno rebento se revele cidadão probo e trabalhador. Não importa o sexo da criança, os sonhos acalentados são os mesmos, daí o esmero de carinho, proteção e orientação desde o berço.

Leia aqui

Enfim, Lucidez!

É complicado saber se aquele que trabalha e ama o que faz é ou não reconhecido pelo empregador. Claro, depende do empregador. Tem os que são sensíveis e sabem muito bem avaliar o desempenho de seus empregados a ponto de se esforçar para não perder os que merecem; existem aqueles que dão mais importância ao que os outros pensam para usar seus subalternos de acordo com as conveniências de terceiros; e os patrões que nada pensam e são frios como pedra de gelo. No mundo empresarial existe de tudo um pouco.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

Férias em Curitiba

Está faltando ideia de programação para as férias? Fizemos um roteirinho para ajudar!

Leia aqui

Bolachas Decoradas de Natal entram na lista de presentes

Uma receita familiar é o início da história das Bolachas Vovó Elza

Leia aqui

Drone Kids School abre cursos de férias em Curitiba

Demonstração será neste sábado, aberta ao público

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Guairão receberá o Musical "Tommy" baseado na ópera rock do The Who

Versão musical ao vivo do filme, originalmente dirigido por Ken Russel, é montada com talento e sensibilidade. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Disk Ingressos

Leia aqui

Peça baseada em texto de Hilda Hilst será encenada em Curitiba

O Caderno Rosa da Senhora H chega ao Novelas Curitibanas em fevereiro

Leia aqui

IL Divo chega em maio no Guairão!

Comemorando 15 anos de carreira grupo vocal de tenores apresenta em Curitiba sua nova turnê Timeless

Leia aqui