Logomarca NCA Comunicação

Mai21

Enfim, Rumo ao Himalaia!

Escrito por Edson Vidal Categorias // Flagrantes do mundo jurídico Lidos 36

Preparadíssimo! Sim, esta a palavra correta para explicar o meu atual estado físico e psicológico para enfrentar a grande aventura da minha vida, vou escalar o Everest, o Teto do Mundo.

Depois dos meus exames cardíacos, fiz nestas últimas três semanas a minha preparação física na Academia do Coração, do Hospital Costantini, sob-rigorosa orientação do fisioterapeuta-chefe Dr. Rafael e de seus competentes auxiliares, com repetidas esteiras, alongamentos, exercícios em máquinas, tomei muita água, suei e aprendi a respirar usando máscara de oxigênio.

Para meu treinamento e abusando da amizade e hospitalidade do Dr. Valeixo, ele permitiu que eu dormisse sozinho, no prédio da Superintendência da Polícia Federal, no piso de baixo onde está o preso o Luiz Ignácio, para poder me aclimatar às condições térmicas de Katmandu, cidade do Nepal.

Foi uma noite terrível, gelada, solitária, mas valeu a experiência. Sai de lá penalizado com a situação do pobre do Luiz Ignácio, o injustiçado “preso político”. Para suportar a longa caminhada pela montanha, dei uma volta completa no Parque Barigui, batendo meu próprio recorde. Peguei minha mochila que estava esturricada no fundo do armário da garagem, do tempo em que eu era escoteiro, e coloquei dentro dela tudo que é necessário para a grande escalada: sardinha em lata, macarrão miojo, bolachas, chocolate e roupas compradas na Casa Hering, para pagar em cinco vezes.

Agasalhos suficientes para enfrentar grandes tempestades e baixíssimas temperaturas.

Os óculos escuros comprei de um camelô que faz ponto na Rua XV, segundo ele, ótimo para a claridade de sol muito intenso. A viagem toda será patrocinada pelo Yussef, um doleiro sério e honesto que está querendo se redimir de seus inúmeros pecados. Aceitei porque acredito na sua idoneidade.

Ah! Esqueci-me de dizer que minha botina eu comprei na Casa Schier, pela sua conhecida durabilidade; e a luva de lã eu adquiri na feirinha do Alto São Francisco. Conferi todos os apetrechos e não está faltando nada. Exceto marcar a data para o embarque, esta ainda não está definida. Ando com preguiça para caminhar por muito tempo, além do mais não suporto o frio e nem ficar muito tempo sem assistir a “TV Justiça”. Gosto de ver e ouvir o Gilmar para dar muitas gargalhadas.

E quando o Toffoli aparece na telinha eu entro em êxtase. Acho que vou deixar passar o inverno de nossa República para viajar e escalar a montanha, é bem melhor no verão e precisa de menos agasalho. Vou para me divertir e não para fazer muito esforço.

Ademais, tem outro empecilho, vou contratar de guia o Waldemar Niclevicz, mas ele não para de escalar, parece até que tem bicho carpinteiro. Enquanto espero, com tudo pronto,fico sentado na minha poltrona favorita, lendo. Arre, só de escrever e pensar na aventura que tenho pela frente me dá vontade de cochilar.

Putz, será que eu vou poder cochilar quando estiver lá no alto do Everest, na “Zona da Morte”? Não tinha pensado nisto, estou começando a ficar preocupado. Também não estou gostando do ventinho gelado que está soprando por Curitiba. Pensando melhor acho que vou desistir da minha viagem. E vou mesmo, sem cerimônia. Pena será desperdiçar todo o preparo físico que eu fiz nestas três últimas semanas.

Odeio minha inconstância nos projetos que faço. Tenho que admitir que também seja humano, falível e imperfeito. Já que resolvi não viajar para escalar o Everest, antes de dar uma boa cochilada, nada melhor neste momento do que tomar um bom copo de leite, com bolacha de mel e depois me enrolar num cobertor, confortavelmente sentado na minha amada poltrona.

Claro, sem deixar de pensar um só minuto, no pobre do Luiz Ignácio que está apenas no início de sua escalada, para poder então sair do frio amargo de sua prisão...
Enfim, cada um colhe o que planta!

“Cada ser humano se aventura onde quiser. Uns preferem a zona de conforto; outros a “zona da morte” lá no Everest; e alguns o caminho mais curto para a prisão. Afinal, cada um é dono do seu próprio destino! ”
Edson Vidal Pinto

blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Paranaenses correm Mitsubishi Cup de olho no Rally dos Sertões

Prova realizada em Ponta Grossa é mais uma das escalas da dupla antes do maior rally de velocidade do país

Leia aqui

Dia dos Namorados - Amor e poeira no ar

Unidos pela paixão por adrenalina, casal de advogados de Curitiba encontrou nas provas de Rally Cross Country de Velocidade a oportunidade para curtir a vida a dois

Leia aqui

Bondinhos do Parque Unipraias são substituídos por novos modelos

Após 19 anos de uso, os clássicos bondinhos brancos e azuis do Parque Unipraias estão sendo substituídos por novos modelos

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

Viajando na Maionese.

Quem viajou para assistir a Seleção Brasileira na Copa do Mundo, ontem com certeza sentiu certo arrependimento. O resultado não foi o esperado. Os fogueteiros de plantão tiveram que segurar os rojões e até o Galvão ficou sem graça, buscando justificar o resultado nos erros do árbitro mexicano.

Leia aqui

Conversa de Domingo!

Queira ou não a Copa do Mundo de Futebol está em todo lugar; nos canais de TV a imprensa esportiva tem um prato cheio para dizer suas costumeiras abobrinhas. Até uma mulher narrou uma partida inteirinha e entrou para a história.

Leia aqui

Cartas na Mesa.

A vida prega surpresa que a gente nem imagina. Tenho um amigo, amigo mesmo, amigo daqueles que a gente agradece a Deus por tê-lo encontrado; só que ele é meio temperamental e de duvidoso gosto culinário.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

“Alice - A Wonderland Adventure" chega ao Pátio Batel

Experiência sensorial e tecnológica conduz o público pela história do autor Lewis Carroll

Leia aqui

Masha e o urso é cancelado em Curitiba devido à greve dos caminhoneiros

Carreta com equipamentos e cenários está impedida de chegar

Leia aqui

Atividades para comemorar o Dia das Mães

O final de semana é das mães! E dá tempo de escolher a programação para curtir em família...

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Vida e obra de Heitor Villa-Lobos marcam apresentação musical "Somos todos Tuhus"

Performance acontece neste sábado (16 de junho) em auditório da Secretaria Estadual da Cultura, em Curitiba

Leia aqui

Suzie Franco lança "Esvoaça", seu álbum solo, no Teatro Paiol

O trabalho será apresentado em shows nos dias 13 e 14 de junho, às 20 horas

Leia aqui

Obra inédita inspirada no hino nacional brasileiro será interpretada pela primeira vez no país

Durante evento em Curitiba (PR), pianista Pablo Rossi fará a estreia brasileira da partitura de "Grande Fantasia Triunfal Sobre o Hino Nacional Brasileiro" para piano e orquestra

Leia aqui