Logomarca NCA Comunicação

Mai21

Enfim, Rumo ao Himalaia!

Escrito por Edson Vidal Categorias // Flagrantes do mundo jurídico Lidos 167

Preparadíssimo! Sim, esta a palavra correta para explicar o meu atual estado físico e psicológico para enfrentar a grande aventura da minha vida, vou escalar o Everest, o Teto do Mundo.

Depois dos meus exames cardíacos, fiz nestas últimas três semanas a minha preparação física na Academia do Coração, do Hospital Costantini, sob-rigorosa orientação do fisioterapeuta-chefe Dr. Rafael e de seus competentes auxiliares, com repetidas esteiras, alongamentos, exercícios em máquinas, tomei muita água, suei e aprendi a respirar usando máscara de oxigênio.

Para meu treinamento e abusando da amizade e hospitalidade do Dr. Valeixo, ele permitiu que eu dormisse sozinho, no prédio da Superintendência da Polícia Federal, no piso de baixo onde está o preso o Luiz Ignácio, para poder me aclimatar às condições térmicas de Katmandu, cidade do Nepal.

Foi uma noite terrível, gelada, solitária, mas valeu a experiência. Sai de lá penalizado com a situação do pobre do Luiz Ignácio, o injustiçado “preso político”. Para suportar a longa caminhada pela montanha, dei uma volta completa no Parque Barigui, batendo meu próprio recorde. Peguei minha mochila que estava esturricada no fundo do armário da garagem, do tempo em que eu era escoteiro, e coloquei dentro dela tudo que é necessário para a grande escalada: sardinha em lata, macarrão miojo, bolachas, chocolate e roupas compradas na Casa Hering, para pagar em cinco vezes.

Agasalhos suficientes para enfrentar grandes tempestades e baixíssimas temperaturas.

Os óculos escuros comprei de um camelô que faz ponto na Rua XV, segundo ele, ótimo para a claridade de sol muito intenso. A viagem toda será patrocinada pelo Yussef, um doleiro sério e honesto que está querendo se redimir de seus inúmeros pecados. Aceitei porque acredito na sua idoneidade.

Ah! Esqueci-me de dizer que minha botina eu comprei na Casa Schier, pela sua conhecida durabilidade; e a luva de lã eu adquiri na feirinha do Alto São Francisco. Conferi todos os apetrechos e não está faltando nada. Exceto marcar a data para o embarque, esta ainda não está definida. Ando com preguiça para caminhar por muito tempo, além do mais não suporto o frio e nem ficar muito tempo sem assistir a “TV Justiça”. Gosto de ver e ouvir o Gilmar para dar muitas gargalhadas.

E quando o Toffoli aparece na telinha eu entro em êxtase. Acho que vou deixar passar o inverno de nossa República para viajar e escalar a montanha, é bem melhor no verão e precisa de menos agasalho. Vou para me divertir e não para fazer muito esforço.

Ademais, tem outro empecilho, vou contratar de guia o Waldemar Niclevicz, mas ele não para de escalar, parece até que tem bicho carpinteiro. Enquanto espero, com tudo pronto,fico sentado na minha poltrona favorita, lendo. Arre, só de escrever e pensar na aventura que tenho pela frente me dá vontade de cochilar.

Putz, será que eu vou poder cochilar quando estiver lá no alto do Everest, na “Zona da Morte”? Não tinha pensado nisto, estou começando a ficar preocupado. Também não estou gostando do ventinho gelado que está soprando por Curitiba. Pensando melhor acho que vou desistir da minha viagem. E vou mesmo, sem cerimônia. Pena será desperdiçar todo o preparo físico que eu fiz nestas três últimas semanas.

Odeio minha inconstância nos projetos que faço. Tenho que admitir que também seja humano, falível e imperfeito. Já que resolvi não viajar para escalar o Everest, antes de dar uma boa cochilada, nada melhor neste momento do que tomar um bom copo de leite, com bolacha de mel e depois me enrolar num cobertor, confortavelmente sentado na minha amada poltrona.

Claro, sem deixar de pensar um só minuto, no pobre do Luiz Ignácio que está apenas no início de sua escalada, para poder então sair do frio amargo de sua prisão...
Enfim, cada um colhe o que planta!

“Cada ser humano se aventura onde quiser. Uns preferem a zona de conforto; outros a “zona da morte” lá no Everest; e alguns o caminho mais curto para a prisão. Afinal, cada um é dono do seu próprio destino! ”
Edson Vidal Pinto

blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Ekôa Park inicia programação 2019 com cursos especiais de bioconstrução

Revestimentos naturais e hiperadobe estão entre os conhecimentos que serão oferecidos no Tekôa, com prática na Casa-Viveiro

Leia aqui

Instituição que atende crianças com câncer de todo o Brasil cria aplicativo

Facilidade, rapidez e praticidade para ter acesso a todas as informações sobre a APACN e para realizar doações

Leia aqui

Natal com 70% de desconto promete movimentar Curitiba

Mais uma edição do Bazar Moda do Bem está chegando nos dias 7 e 8 de dezembro

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

Aves Urbanas.

Em Curitiba resido na frente do Parque da Copel, no Barigui do Champagnat, portanto vejo quantidade de aves das mais variadas espécies. As saracuras andam em bando ciscando o gramado bem cuidado daquela empresa e bem cedinho, com seus grunhidos que batem nos tímpanos, elas atrevidamente em coro chamam a chuva. E nunca erram seus prognósticos sonoros.

Leia aqui

Dilema Assaz Cruel!

A indecisão é o purgante da vida. Quando chega o momento de definir se é melhor dizer, ouvir, calar, der as costas, enfrentar, perder as estribeiras ou para onde viajar, surge uma incógnita na cabeça, antes da própria dor de cabeça.

Leia aqui

Nome de Rua.

Às vezes fico me perguntando como os nossos vereadores são criativos para escolher nomes de ruas, escolas e prédios públicos. Dentre estes últimos o mais recente foi o nome dado ao antigo esqueleto que seria o fórum de Curitiba, que depois de pronto foi denominado “Palácio das Araucárias” que hoje abrigam algumas secretarias de estado.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

Bolachas Decoradas de Natal entram na lista de presentes

Uma receita familiar é o início da história das Bolachas Vovó Elza

Leia aqui

Drone Kids School abre cursos de férias em Curitiba

Demonstração será neste sábado, aberta ao público

Leia aqui

Para a alegria das crianças, já é Natal!

O Natal Curitibano está cheio de magia e até o final do ano tem muitas atrações para os pequenos. Além do Papai Noel, vai ter Galinha Pintadinha, princesas da Disney e outras surpresas.

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Musical com teatro de bonecos anima o fim de semana no Shopping Estação

Espetáculo Voou será apresentado no sábado (24) e no domingo (25)

Leia aqui

Curitiba recebe exposição fotográfica de Marina Klink

Registros da Antártica representam o olhar significativo da fotógrafa sobre as riquezas naturais do planeta

Leia aqui

Caixa Cultural Curitiba apresenta o samba de Anaí Rosa

Cantora paulista vai se apresentar com músicos de Curitiba

Leia aqui