Logomarca NCA Comunicação

Fev08

Instituto promove a difusão da Logística Reversa no Paraná

Categorias // Destaques, Geral Lidos 527

Imprescindível para a estruturação de um futuro sustentável no universo corporativo, o conceito de logística reversa tem se difundido em todo o mundo na última década, motivando a criação de novas leis que tornam empresas e indústrias dos mais variados segmentos legalmente responsáveis por todo o ciclo de vida útil de um produto, promovendo a reutilização ou o descarte correto dos bens de consumo.

Em 2010, o governo brasileiro implantou a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS com a lei nº 12.305 que define a logística reversa como um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada. Além de prever a redução, reutilização e reciclagem na geração de resíduos, a lei regulamenta e impõe a implementação de sistemas de produção e consumo consciente a fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No Paraná, o Instituto de Logística Reversa – ILOG, com sede em Curitiba, atua desde 2016 auxiliando instituições de todos os portes a adotarem e desenvolverem práticas sustentáveis em cumprimento das políticas de logística reversa do Estado do Paraná e da União. Idealizado pelo Sindibebidas do Paraná, o ILOG reintegra materiais reutilizáveis como papel, vidro e garrafas pet ao seu processo produtivo original a partir de parcerias com o a iniciativa privada, governos estaduais e municipais e cooperativas de catadores.

“Nos últimos anos, a sustentabilidade se transformou em um dos temas mais discutidos no setor empresarial. Isso é fruto, principalmente, da conscientização social. O ser humano está cada vez mais certo de que os recursos naturais que estamos utilizando são finitos. Dessa maneira, se não nos preocuparmos com o planeta, as próximas gerações estarão ameaçadas. O tripé reduzir, reutilizar e reciclar é uma tendência cada vez mais presente em nossa sociedade”, comenta Nilo Cini Junior, presidente do ILOG.

Com mais de 300 empresas associadas, o Instituto contribui com a minimização do descarte de resíduos na natureza, realizando a coleta de centenas de toneladas de descartáveis todos os anos nas principais cidades do Estado. O ILOG atua desenvolvendo projetos de logística reversa para empresas comprometidas com a aplicação das leis, sendo que muitas destas empresas, não teriam condições técnicas e/ou financeiras para desenvolver um projeto próprio. Só no ano de 2017, a iniciativa colaborou com reaproveitamento de mais de 200 toneladas de lixo por mês em centrais (Centrais de Valorização de Materiais Recicláveis) instaladas nas cidades de Londrina e Maringá, mantidas em parceria com as prefeituras. Participam do projeto empresas como Pinduca, Caldo Bom, Frimesa, JBS, Heineken, Pepsico, Castrolanda, COAMO e Famiglia Zanlorenzi, além de entidades como Sindibebidas, SIMPEP, SINDILAT – RS, SINPACEL e AFREBRAS.

Hoje em dia já não basta reaproveitar e remover os refugos do processo de produção. O fabricante é responsável por todas as etapas até o final da vida útil do produto. Há muito desperdício tanto nos processos industriais como nos processos de coleta seletiva e a Logística Reversa promovida pelo ILOG possibilita a reutilização desse material ou, se não for possível o reuso, ela promove o descarte correto do mesmo. “Dessa maneira, as empresas têm se esforçado para reintegrar os resíduos nos processos produtivos originais, minimizando as substâncias descartadas na natureza e reduzindo o uso de recursos naturais”, explica Nilo.

Além de representar um processo vital para o desenvolvimento sustentável do planeta, a logística reversa também é muito vantajosa do ponto de vista econômico. “Retirar os resíduos do meio ambiente e reintegrá-los ao ciclo produtivo garante uma redução significativa na exploração de recursos naturais, diminuindo o impacto ambiental e os custos das indústrias com matéria-prima. Além de reduzir também os gastos governamentais com limpeza pública e construção de aterros sanitários, e gerar empregos formais para a população por meio da coleta de material reciclável. A construção de uma sociedade consciente da sua responsabilidade com a natureza depende muito da postura e iniciativas da indústria, e a logística reversa é o primeiro passo para isso”, detalha Nilo Cini Junior.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Expansão
Com o objetivo de expandir sua atuação no Estado do Paraná, o ILOG busca conscientizar as prefeituras paranaenses, já que o projeto precisa ser desenvolvido em uma parceria perfeita entre associados, municípios e cooperativas. Geralmente, o poder público fica responsável por ceder um local para a implantação da CVMR (Central de Valorização de Materiais Recicláveis), que por sua vez se responsabiliza por toda infraestrutura, capacitação de pessoal e logística. Em funcionamento desde setembro de 2016, a unidade de Maringá, por exemplo, se transformou em um centro de excelência. Só no último mês de dezembro ela foi responsável por retirar do meio ambiente 229 toneladas de papel/papelão, PET e vidro.

“Com menos de dois anos de atuação, o ILOG demonstrou do que é capaz. O projeto é um sucesso nas cidades de Maringá e Londrina, comprovando quem a união entre poder público, iniciativa privada e cooperativas podem contribuir muito para um mundo melhor. Queremos muito expandir nossa abrangência e temos o recurso necessário para novas unidades, mas precisamos que novas prefeituras se interessem pelo Instituto e toda sua capacidade de transformação”, completa Nilo Cini Junior.

Para conhecer mais sobre o trabalho do ILOG, acesse o site www.ilogpr.com.br.

 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Ekôa Park inicia programação 2019 com cursos especiais de bioconstrução

Revestimentos naturais e hiperadobe estão entre os conhecimentos que serão oferecidos no Tekôa, com prática na Casa-Viveiro

Leia aqui

Instituição que atende crianças com câncer de todo o Brasil cria aplicativo

Facilidade, rapidez e praticidade para ter acesso a todas as informações sobre a APACN e para realizar doações

Leia aqui

Natal com 70% de desconto promete movimentar Curitiba

Mais uma edição do Bazar Moda do Bem está chegando nos dias 7 e 8 de dezembro

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

A Praia do Futuro.

O mundo está em efervescência e não me refiro aos aspectos econômicos, mas, sim, a explosão demográfica. Quanto maior o empobrecimento das nações maior o número de crianças que nascem necessitando do total amparo dos Governos. Mostra de absoluta falta de Educação e Cultura dos indivíduos.

Leia aqui

Quando as Crianças Crescem.

Lembro-me de quando eu era criança e vinha para Guaratuba de carro, com meu pai dirigindo um carro da marca “Skoda”, minha mãe do lado e minha irmã no banco de trás, pela estrada compactada por conchinhas do mar entre o trecho de Garuva até chegar ao Morro do Cristo.

Leia aqui

Pato Amarelinho.

Sentado sob o guarda-sol na beira da piscina, no dia útil de trabalho em que as pessoas se dedicam a faina diária com tarefas múltiplas e afazeres às vezes indigestos, eu estou apenas escrevendo esta crônica para matar o tempo.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

Férias em Curitiba

Está faltando ideia de programação para as férias? Fizemos um roteirinho para ajudar!

Leia aqui

Bolachas Decoradas de Natal entram na lista de presentes

Uma receita familiar é o início da história das Bolachas Vovó Elza

Leia aqui

Drone Kids School abre cursos de férias em Curitiba

Demonstração será neste sábado, aberta ao público

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Guairão receberá o Musical "Tommy" baseado na ópera rock do The Who

Versão musical ao vivo do filme, originalmente dirigido por Ken Russel, é montada com talento e sensibilidade. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Disk Ingressos

Leia aqui

Peça baseada em texto de Hilda Hilst será encenada em Curitiba

O Caderno Rosa da Senhora H chega ao Novelas Curitibanas em fevereiro

Leia aqui

IL Divo chega em maio no Guairão!

Comemorando 15 anos de carreira grupo vocal de tenores apresenta em Curitiba sua nova turnê Timeless

Leia aqui