Logomarca NCA Comunicação

Jul12

Zumbis do Novo Século

Escrito por Edson Vidal Categorias // Flagrantes do mundo jurídico Lidos 75

Ontem senti de perto a falta de comunicação entre os humanos. Eu parecia um ET que aterrissou dentro da sala de espera de consultório médico, para levar minha esposa consultar, com sete pessoas esperando serem atendidas, todas com seus respectivos celulares ligados e ninguém prestando mínima atenção do que se passava ao redor.
- Boa tarde! - por educação cumprimentei a todos e ninguém respondeu; pior, nem tiraram os olhos da tela de seus celulares.
- Boa tarde - insisti e ninguém deu à mínima. Até um idoso, mais ou menos da minha idade, que eu achei que reagiria àquele meu gesto de boa vontade, era o que mais estava absorto na maldita “maquininha”.

Sentei sem graça e passei a apreciar aquele ambiente onde estranho pareciam ter fumado crack e estavam “viajando” nos seus próprios mundos. Pensei com meus botões: “que encontro patético”; comigo e minha mulher, éramos ao todo nove pessoas, que ocasionalmente e sem se conhecerem, tiveram um inesperado encontro na antessala de um consultório médico.

Cada um por si e sem se importar nem por caridade em esboçar um leve sorriso para quem estivesse mais próximo. O manuseio desbragado do celular impedia esboçar gesto de simpatia. Ah! Como era bom o tempo em que eu acompanhava minha mãe para ela consultar seu médico, tudo era diferente na sala de espera.

Quando alguém entrava e dizia:
- Boa tarde!

Todos os presentes, em coro, respondiam a saudação. E quando alguém que entrou logo sentava, a comunicação era imediata:
- Está frio lá fora? - perguntava alguém que estava esperando para ser atendida, há mais tempo.
- Mais ou menos...

E pronto, era o início de uma boa conversa que servia para as pessoas se socializarem e se conhecerem. O mais pitoresco das conversas era a disputa para saber quem estava com a saúde em piores condições.

Era quase uma disputa olímpica. As conversas variavam de acordo com cada consulente, de remédios até as intimidades do núcleo familiar. Muitas amizades duradouras nasceram nos diminutos espaços das salas de espera de muitos esculápios.

E hoje? Salvo raras exceções as pessoas parecem múmias paralíticas, vivas, mas como se estivessem envoltas nos seus próprios sarcófagos. É difícil extrair de qualquer delas um mínimo grunhido.

Parece cena do filme o “dia em que a terra parou”, onde ninguém se movia e permanecia dura como estátua. Lá mesmo, sentado, com cara de vão de cerca e só conversando com minha mulher, disse-lhe que não imaginava quando nossos netos fossem adultos, e necessitarem frequentar sala de espera de consultório médico. Ninguém daria a mínima para as demais pessoas.

A mudez seria absoluta e a comunicação zero.
- Nem pense nisto - respondeu minha mulher. - O mundo será diferente, as consultas serão feitas por vídeo conferência, sem o paciente necessitar sair de casa. E as conversas serão por e-mail, os relacionamentos através de cópias de xerox e o futuro, será planejado a dois, na tela de um mesmo computador em 3-D!

Eu me senti aliviado com a lucidez de minha esposa e pude me descontrair com a sua visão futurística. Concordei. É claro que mundo amanhã será diferente de hoje, o telefone será um chip implantado no cérebro do usuário desde o seu nascimento e servirá para dar mais comodidade à vida.

Pois as mãos estarão livres, leves e soltas para levar o controle da televisão em uma delas e na outra o mauser do computador, que falará eletronicamente com terceiros. Se comunicar para que?
- Ué, mas não tem um ditado que diz: “Quem não se comunica se trumbica?”

É , mais caiu de moda, hoje impera a máxima: “cada um por si e Deus por todos!”. E o mais arrebatador deles: “boca fechada não entra mosquito!”.

Putz, será este mesmo o futuro dos seres humanos? Será? Será? O que você, acha?

“A comunicação entre as pessoas no futuro será feita eletronicamente. Todos serão estranhos entre si, não haverá necessidade de conversar umas com as outras. As pessoas só se conhecerão pela televisão e se encontrarão fortuitamente num baile virtual. O amor será por e-mail!”
Edson Vidal Pinto

blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Cobertura da entrega do Prêmio Profissionais do Ano 2018

ma festa no salão Azul do Clube Curitibano recheada de requinte e muito glamour marcou na noite de 25 de agosto, o lançamento do livro e a entrega do 2ª Prêmio Profissionais do Ano

Leia aqui

Mais sorrisos em Curitiba

Aconteceu na última terça-feira (4) a inauguração da unidade Oral Unic Implantes em Curitiba

Leia aqui

Paranaenses se recuperam no Rally dos Sertões após estreia difícil

Depois de problemas mecânicos na primeira etapa, Maronezi e Luciani chegam em terceiro e recuperam posições na categoria Super Proction

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

Geração Descuidada.

Lembro que nos idos de 1.995, quando assumi a Secretaria de Estado da Justiça no primeiro Governo Jaime Lerner, não sabia muito bem as tarefas que tinha assumido, salvo aquela da área do Sistema Penitenciário que eu conhecia como a palma da minha mão.

Leia aqui

A Verdade Sobre as Pesquisas.

O clima de eleição quer queira ou não mexe com a tranquilidade dos eleitores, principalmente quando ela se destina para eleger o futuro Chefe da Nação, à luz da crise em que estamos mergulhados, pelos desencontros e gritos de ódios que abalam os alicerces da democracia no país.

Leia aqui

Ciro, O Resoluto.

Fiz uma análise criteriosa sobre a capacidade intelectual e de conhecimento da Administração Pública de cada um dos candidatos, e concluí que o pior de todos é o cearense Ciro Gomes.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

Atração Star Wars no Shopping Estação

Com classificação etária livre e entrada gratuita, evento Star Wars tem sabres de luz, ponte suspensa e chuva de meteoros

Leia aqui

Espetáculo de ilusionismo volta aos palcos curitibanos com o estilo clássico da mágica

As apresentações serão todos os sábados de agosto, no Teatro Barracão EnCena

Leia aqui

Espetáculo do Bob Zoom chega a Curitiba

O musical “Bob Zoom em: O Trem de Ferro” vai levar os fãs do personagem por uma incrível viagem musical no Shopping Estação

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Curitiba recebe Queen Experience In Concert em agosto

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Leia aqui

Vida e obra de Heitor Villa-Lobos marcam apresentação musical "Somos todos Tuhus"

Performance acontece neste sábado (16 de junho) em auditório da Secretaria Estadual da Cultura, em Curitiba

Leia aqui

Suzie Franco lança "Esvoaça", seu álbum solo, no Teatro Paiol

O trabalho será apresentado em shows nos dias 13 e 14 de junho, às 20 horas

Leia aqui