Logomarca NCA Comunicação

Nov08

Sustentabilidade em licitações, consumo consciente e tributação marcaram congresso de Direto na PUC

Categorias // Jurídica Lidos 95

O futuro do Direito e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável são os temas centrais do VIII Congresso Internacional de Direito e Sustentabilidade, aberto nesta quarta-feira (7 de novembro), na Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR. O evento, organizado pelo Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público - IBRAEDP e Programa de Pós-Graduação em Direito de diversas universidades brasileiras, foi aberto pela professora Vivian Lima López Valle, que deu as boas-vindas aos participantes, destacando a importância do encontro ser realizado na Escola de Direito pela expertise dos painelistas e dos temas apresentados. “Acredito que o evento irá proporcionar debates fundamentais para entendermos a questão da sustentabilidade no âmbito do Direito”, sublinhou.

A programação do congresso iniciou com a declaração do professor Juarez Freitas (UFRGS e PUCRS). “A sustentabilidade é multidimensional. É econômica, social, ambiental, jurídico-política e ética”, assegurou. Observou que o conceito reflete a economia do bem-estar, da inclusão, da energia distribuída, da democracia digital. Garantiu que a sustentabilidade é social. “Vamos percorrer aqui os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, entre eles, o trabalho decente, da sociedade pacífica com resolução consensual do conflito, da educação de qualidade cognitiva e não-cognitiva, capaz de alto controle de impulso”.

Argumentou que a sustentabilidade, claro, é ambiental, e advertiu que não podemos deixar de ser lideranças mundiais nesta área. “É vital que o Brasil continue no Acordo de Paris, não podemos permitir retrocessos”. No âmbito jurídico-político, o professor acentuou que “é preciso levar a sério o princípio constitucional vinculante da sustentabilidade. Devemos ter reinventar o estado democrático para que seja sustentável, o que significa uma descentralização profunda do poder. Definitivamente, a sustentabilidade não combina com uma visão imperial do poder. A sustentabilidade é rede de poder democrático”.

Para o professor, a dimensão mais importante da sustentabilidade é a ética. “Não podemos em pleno Século XXI ignorar todos os avisos da ciência. Nós somos natureza, seres naturais e nisso reside também a nossa dignidade humana. A integração com o ecossistema da vida significa ter uma visão ética. Espero que esse congresso muda a vida de todos vocês”.

Professora Vivian Lima López Valle dá as boas-vindas aos participantes - Foto: Bebel Ritzmann
Professora Vivian Lima López Valle dá as boas-vindas aos participantes - Foto: Bebel Ritzmann

Direito Público

O tema “Direito Público e sustentabilidade” pautou as apresentações do primeiro painel do congresso. Os professores Vladimir Passos de Freitas (PUCPR), Betina Grupenmacher (UFPR), Antonio Carlos Efing (PUCPR) e o desembargador federal Fernando Quadros (TRF4) apresentaram suas posições a respeito do assunto.

Betina Grupenmacher falou sobre a crise e a sustentabilidade do Direito Tributário. Disse que se surpreende com o poder do tributo. “A tributação tem inúmeras funções, entre elas, que considero as principais, estão: financiamento das instituições democráticas, redistribuição de riquezas e a sua finalidade regulatória”. Disse que os maiores desafios do Direito Tributário são reexaminar a extensão do princípio da capacidade contributiva e conceder incentivos fiscais sem promover desequilíbrio concorrencial, sem gerar injustiça e sem comprometer o equilíbrio orçamentário. “É preciso uma tributação que leve à justiça social”.

Professor Vladimir Passos de Freitas - Foto: Bebel Ritzmann
Professor Vladimir Passos de Freitas - Foto: Bebel Ritzmann
Professor Antonio Carlos Efing - Foto: Bebel Ritzmann
Professor Antonio Carlos Efing - Foto: Bebel Ritzmann

O professor Vladimir Passos de Freitas abordou fez um paralelo entre o crescimento populacional dos centros urbanos e meio ambiente. “Mais de 80% da população brasileira já vive em cidades, segundo dados da nova edição do Atlas Nacional do Brasil Milton Santos, lançada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)”, informou. Destacou que “nós e nossos descendentes viverão nas cidades. Por isso, cumpre-nos prepará-las para que sejam espaços de convivência social e ambiental harmônica”.

O desembargador Fernando Quadros falou sobre a prova pericial e a sustentabilidade. “Preocupa-me a prova da sustentabilidade, o que é sustentável”, colocou. Disse que a prova pericial é muito complexa. No processo civil, o juiz prevê a preponderância de provas; nos processos especiais, a prova clara e convincente (pátrio poder, testamento, improbidade) e no processo penal, a prova além da dúvida razoável. Afirmou que hoje vigora o princípio que está no Novo CPC. O juiz será assistido por perito quando a prova do fato depender de conhecimento técnico ou científico. Os peritos serão nomeados entre os profissionais legalmente habilitados e os órgãos técnicos ou científicos devidamente inscritos em cadastro mantido pelo tribunal ao qual o juiz está vinculado.

O professor Antonio Carlos Efing encerrou as apresentações do primeiro painel, falando sobre políticas públicas de proteção ao consumidor e consumo consciente. Fez um apanhado geral sobre as leis vigentes, mas alertou que, além da necessidade de instituição de novas políticas públicas para efetivação dos direitos dos consumidores, é necessário incentivar o consumo consciente. Garantiu que o consumidor consciente prestigia e selecionar os fornecedores, marcas e produtos/serviços e extrai a máxima utilidade do produto, cultivando a responsabilidade pelo pós-consumo (resíduo). Concluiu destacando que a universidade deve formar cidadãos conhecedores dos seus direitos, propagadores da ética, profissionais responsáveis e comprometidos. “Na sociedade de consumo todos somos consumidores, portanto, devemos ser consumidores conscientes”.

Professores Juarez, Betina, Vivian e o desembargador Fernando - Foto: Bebel Ritzmann
Professores Juarez, Betina, Vivian e o desembargador Fernando - Foto: Bebel Ritzmann

Licitações sustentáveis

O VIII Congresso Internacional de Direito e Sustentabilidade prosseguiu com o segundo painel que trata de “Licitações sustentáveis”, com palestras dos professores Daniel Ferreira (Uninter), José Anacleto Abduch Santos (Unicuritiba e diretor do IPDA) e Ketlin Feitosa de Albuquerque Lima (gestora ambiental do STJ – Superior Tribunal de Justiça), Teresa Villac (AGU – Advocacia Geral da União), e coordenado pelo professor Luiz Alberto Blanchet.

Teresa Villac acredita que é preciso fomentar a institucionalização das licitações sustentáveis, com políticas públicas, governança, com ciência e tecnologia e critérios jurídicos de sustentabilidade. “Mas é necessário também educação ambiental no serviço público, baseada em valores constitucionais”.

Ketlin Feitosa de Albuquerque falou sobre os princípios da administração pública como moralidade, legalidade, transparência, e abordou os quatro passos fundamentais para realizar licitações sustentáveis: planejamento, especificação, uso e descarte ambientalmente adequado. “Comprar com real necessidade é fator primordial para se construir licitações públicas sustentáveis”, assegurou. “Crescimento econômico só é possível se alinhar com sustentabilidade”, completou.

José Anacleto Abduch Santos afirmou que as contratações sustentáveis devem considerar a eficiência administrativa (menor preço, maior qualidade e cumprimento de valores constitucionais, ou seja, contém o princípio da licitação sustentável), e tratou do tema sob o viés da sustentabilidade ambiental. “Tivemos muitos avanços nesta área, mas ainda não foram suficientes para afastar os dois maiores obstáculos em relação à sustentabilidade ambiental nas contratações públicas: medo do controle e da responsabilização e percepção equivocada do que é isonomia”. Citou dois elementos da contratação a partir da sustentabilidade ambiental: descrição do problema a ser resolvido e a melhor solução com vantagens de natureza ambiental; e a definição de encargos para o contratado. “É necessário fomentar a inserção de requisitos de sustentabilidade ambiental nos processos de licitações públicas”. E mencionou a lei das estatais que contém fortes diretrizes de natureza ambiental.

O professor Daniel Ferreira afirmou que o grande problema na compreensão da sustentabilidade no processo de licitações necessita de uma mudança de paradigma e de cultura. Abordou a questão na linha das leis existentes e pela dimensão social. “Inserir encargos e deveres ao contratado, por exemplo, que elevam a inclusão, e dar oportunidade às minorias”.

José Anacleto Abduch Santos, Ketlin Feitosa de Albuquerque, Juarez Freitas, Teresa Villac, Daniel Ferreira - Foto: Bebel Ritmann
José Anacleto Abduch Santos, Ketlin Feitosa de Albuquerque, Juarez Freitas, Teresa Villac, Daniel Ferreira - Foto: Bebel Ritmann

Serviço:
VIII Congresso Internacional de Direito e Sustentabilidade
Data: 7 e 8 de novembro, das 8h45 às 12h e das 19h às 21h
Local: PUCPR - Auditório Maria Montessori, Bloco Amarelo, 1º andar - (Rua Imaculada Conceição, 1155) - Prado Velho – Curitiba – PR
Organização: Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público – IBAEDP
Promoção: Programa de Pós-Graduação em Direito da PUCPR, FGVRIO, UFCE – Universidade Federal do Ceará, Univali, Unisinos, Uninter, Unibrasil e UFSC
Apoio institucional: Escola de Direito da PUCPR, OAB-ESA, Escola da AGU, Instituto Rui Barbosa, IPDA - Instituto Paranaense de Direito Administrativo, Fonacate - Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado, Febrafite, IBRAJUS - Instituto Brasileiro de Administração do Sistema Judiciário, Universidad Privada Del Leste, Editora Fórum e Revista Interesse Público

blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Novo espaço 1903 Batel inova em união de conceito de gastronomia e motocicletas

Empreendimento no Batel traz conceito sofisticado e moderno em um espaço descontraído

Leia aqui

BE CAUSE - Campanha de Ajuda Humanitária

Evento promove intercâmbio entre as diversas culturas de refugiados em Curitiba

Leia aqui

Uma vida dedicada à inclusão

Norte-americano Brad Guidi falou em Curitiba sobre o Camp Big Sky, iniciativa que oferece lazer e conhecimento a pessoas com deficiência de todas as idades

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

Ódio no Coração.

Infelizmente gerações de brasileiros ainda não souberam o que é viver em um país próspero, seguro e bem governado. Claro que não vou às raízes do Brasil colônia ou império porque seria muito exagero sondar um passado tão mal contado, com episódios históricos envoltos em fatos e fantasias. Tem muita coisa encoberta nos textos da história que aprendemos na escola.

Leia aqui

O Homem que Roubava Processos.

Como é bom e útil ler livros; não importa o nome dos autores e sim seus conteúdos; sejam de histórias, contos, técnicos, ficção ou de autoajuda.

Leia aqui

Nunca Mais!

Como é dia de descanso vou procurar escrever alguma coisa que não perturbe a mente, nem exija reflexões e muito menos sirva para aborrecer. Afinal domingo é um dia para não pensar muito e esquecer-se dos enigmas do cotidiano.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

4ª Corrida Kids no Shopping Jardim das Américas

O evento mais esperado do Shopping Jardim das Américas já tem data marcada

Leia aqui

Férias em Curitiba

Está faltando ideia de programação para as férias? Fizemos um roteirinho para ajudar!

Leia aqui

Bolachas Decoradas de Natal entram na lista de presentes

Uma receita familiar é o início da história das Bolachas Vovó Elza

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Raimundo celebra 25 anos do disco de estreia em Curitiba

A turnê comemorativa de lançamento do álbum homônimo de estreia tem como convidado ilustre: Fred Castro, baterista original do grupo e passa pela capital paranaense no próximo dia 06 de abril na Ópera de Arame. Ingressos já estão à venda

Leia aqui

Gabriel O Pensador se apresenta de forma gratuita em Curitiba

Pocket show no dia 28 de fevereiro abre a programação do Conexão Shopping Curitiba de 2019

Leia aqui

Cantor americano BLACKBEAR traz show inédito a Curitiba

Pela primeira vez no Brasil, rapper se apresentará no palco da Ópera de Arame. Os ingressos já estão à venda

Leia aqui