Logomarca NCA Comunicação

Fev01

Tobias, O Carnavalesco da Vila Guaíra.

Escrito por Edson Vidal Categorias // Flagrantes do mundo jurídico Lidos 218

Foi nos idos de 1.950 que o Tobias pela primeira vez desfilou no bloco “Não Agite”, tocando estridente frigideira no paralelepípedo da rua XV de Novembro.

Época de ouro do carnaval Curitibano. Ele e seus companheiros entre confetes e serpentinas atirados pela multidão que pulava e via o desfile de blocos, vivia nas festas do Rei Momo os seus momentos de maior alegria. Hoje, com o corpo carcomido pelo tempo, vive de recordações e quando tem uma caixa de fósforos nas mãos, peça de sua coleção, bate nela com os dedos e tira sons ritmados que lembra de leve o batuque do seu querido samba.

E como não poderia deixar de ser não esquece nunca da figura saudosa do Dr. Cadilhe. E por que me lembrei do Tobias? Porque daqui alguns dias começa o carnaval. Longe de ser a festa de outrora, pois o Curitibano prefere descer ao litoral a ficar assistindo o pobre Rei Momo pulando quase sozinho no meio de seus poucos súditos que insistem em manter a tradição. E pensar que tem os “blocos” dos Zumbis e das Vadias; espetáculos criados pelos novos tempos, que de carnaval não tem absolutamente nada.

Mesmo assim atrai um pequeno público da periferia, sequioso por festas e farra. E quem não vai à praia para ouvir o som estridente e inaudível do trem elétrico e fica em casa assistindo TV, esquece que o carnaval existe. Não dá para assistir às escolas de samba do Rio e de São Paulo desfilarem na telinha, porque é demorado e cansa. Muito menos tentar ver o carnaval da Bahia com seus cantores em cima de trios elétricos e seguidos por uma multidão de pessoas suadas e agarradas umas nas outras como centopeias. Espetáculo fétido e bárbaro.

E nem as transmissões dos bailes de fantasia repletos de gays e lésbicas atraem a curiosidade dos telespectadores, por não ser mais novidade essas pessoa por fazerem parte do cotidiano. O carnaval perdeu a graça.

As marchinhas mais divertidas não podem mais ser cantadas porque são tidas como ofensivas: “Nega do Cabelo Duro” é crime racial com direito a prisão quase perpétua; “A Cabeleira do Zezé” tem conotação de discriminação, pois toda pessoa pode optar pelo sexo que quiser; “Zé Corneteiro” pode, porque menosprezar os militares não está no rol da censura socialista; enfim, pode cantar músicas do Pablo, Caetano, Gil, Buarque e todos os demais defensores do Lulapetismo que ninguém reclama só que nada tem a ver com o carnaval.

Mas que pode, pode! Fico imaginando o que deve estar pensando sobre tudo isso o velho Tobias, o incansável “pé de samba” da Vila Guaíra, um verdadeiro Curitibano com trejeitos de bom carioca, de fala mansa, sempre cortês e educada. Não deixei passar a vontade e resolvi telefonar e perguntar. Peguei a caderneta de endereços e logo deparei com o nome do Tobias e o número de seu telefone.

Será que ele vai lembrar-se de mim, faz tempo que nós não nos vemos e nem conversamos. Mesmo assim, arrisquei:
- Alô.
- É da casa do Tobias?
- Sim...
- Ele está, por favor?
- Não.
- Ele saiu?
- Sim, ele morreu!

Fiquei mudo e calado. Deixei passar o susto e perguntei:
- Quem fala?
- A viúva do Tobias...
- Desculpe-me...
- Queria alguma coisa?
- É... Eu gostaria de saber do falecido o que ele estaria achando do atual carnaval, infelizmente a pergunta ficou sem resposta, cheguei tarde demais...
- Em absoluto: ele deixou expressa sua opinião no testamento que ele fez.
- A senhora lembra o que ele disse?
- Tudinho.
- Pode repetir, por favor?
- Claro, ele disse que o carnaval de hoje é uma grande &$@?!/!$)@/$&!&$)(;/@&$?!@$&(;:@&$$&?!(/“@& ...

Nem esperei a viúva terminar de falar e coloquei o telefone no gancho. Minhas mãos tremiam e enquanto eu riscava o nome do Tobias da minha caderneta, senti um pingo de suor escorrer pela minha espinha. Ufa, que mico eu paguei pelo meu atrevimento! Carnaval? Deixe pra lá ...

“Num país em que a libertinagem prolifera e tudo sexualmente falando é permitido, o carnaval perdeu a graça. A nudez e a licenciosidade às escâncaras faz com que todo o dia seja carnaval. A festa em si, minguou.”
Edson Vidal Pinto

blog comments powered by Disqus

Blog da Bebel

Ekôa Park inicia programação 2019 com cursos especiais de bioconstrução

Revestimentos naturais e hiperadobe estão entre os conhecimentos que serão oferecidos no Tekôa, com prática na Casa-Viveiro

Leia aqui

Instituição que atende crianças com câncer de todo o Brasil cria aplicativo

Facilidade, rapidez e praticidade para ter acesso a todas as informações sobre a APACN e para realizar doações

Leia aqui

Natal com 70% de desconto promete movimentar Curitiba

Mais uma edição do Bazar Moda do Bem está chegando nos dias 7 e 8 de dezembro

Leia aqui

Flagrantes do Mundo Jurídico

Pato Amarelinho.

Sentado sob o guarda-sol na beira da piscina, no dia útil de trabalho em que as pessoas se dedicam a faina diária com tarefas múltiplas e afazeres às vezes indigestos, eu estou apenas escrevendo esta crônica para matar o tempo.

Leia aqui

Filho Trapalhão.

Colocar filho no mundo sempre foi a aposta dos pais para que no futuro o pequeno rebento se revele cidadão probo e trabalhador. Não importa o sexo da criança, os sonhos acalentados são os mesmos, daí o esmero de carinho, proteção e orientação desde o berço.

Leia aqui

Enfim, Lucidez!

É complicado saber se aquele que trabalha e ama o que faz é ou não reconhecido pelo empregador. Claro, depende do empregador. Tem os que são sensíveis e sabem muito bem avaliar o desempenho de seus empregados a ponto de se esforçar para não perder os que merecem; existem aqueles que dão mais importância ao que os outros pensam para usar seus subalternos de acordo com as conveniências de terceiros; e os patrões que nada pensam e são frios como pedra de gelo. No mundo empresarial existe de tudo um pouco.

Leia aqui

No balcão sem frescura

Italianos e o Churrasco...

Quando criança, íamos passar o final de semana na chácara em São Luiz do Purunã. Me recordo de acordar aos domingos com o sino da igreja soando de maneira extremamente delicada, é algo que até hoje tem um significado

Leia aqui

Festival de Petisco em bares de Curitiba

Os amantes das comidas típicas de bares assim como eu, poderão se deliciar com o 1º Festival de Petisco de Curitiba

Leia aqui

“Típica dos botecos”, carne de onça vira patrimônio de Curitiba

Votação unânime na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (5), promoveu a carne de onça – “uma comida típica dos botecos” – a patrimônio cultural imaterial de Curitiba (005.00096.2016)

Leia aqui

Mamãe, eu quero!

Férias em Curitiba

Está faltando ideia de programação para as férias? Fizemos um roteirinho para ajudar!

Leia aqui

Bolachas Decoradas de Natal entram na lista de presentes

Uma receita familiar é o início da história das Bolachas Vovó Elza

Leia aqui

Drone Kids School abre cursos de férias em Curitiba

Demonstração será neste sábado, aberta ao público

Leia aqui

E-ticket

Viajar de carro no Brasil

Cada vez mais as road trips são um novo segmento de destaque entre os Brasileiros. O resgate de viajar de carro é poder explorar e conhecer sem pressa os encantos de cada região

Leia aqui

Barreado fora de Morretes!!

Com esses dias frios, nada como comer bem. A dica de hoje é uma tradicional receita do litoral Paranaense: o barreado. Mas nem só em Morretes, podemos degustar essa maravilha e por isso mesmo listamos algumas opções locais imperdíveis

Leia aqui

Chope nas alturas

Sim, a notícia mais comentada da semana no setor de Turismo, depois das Olimpíadas, foi a divulgação da companhia aérea holandesa KLM que a partir de agosto, passará a servir chope de barril em seus voos

Leia aqui

Aplausos

Guairão receberá o Musical "Tommy" baseado na ópera rock do The Who

Versão musical ao vivo do filme, originalmente dirigido por Ken Russel, é montada com talento e sensibilidade. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Disk Ingressos

Leia aqui

Peça baseada em texto de Hilda Hilst será encenada em Curitiba

O Caderno Rosa da Senhora H chega ao Novelas Curitibanas em fevereiro

Leia aqui

IL Divo chega em maio no Guairão!

Comemorando 15 anos de carreira grupo vocal de tenores apresenta em Curitiba sua nova turnê Timeless

Leia aqui